Livro da Semana: INMUNIDAD, de Eula Biss

Ao dar à luz o seu primeiro filho, a ensaísta Eula Biss descobre que a maternidade pode também converter-se numa experiência aterradora e o mundo num lugar hostil e cheio de perigos. Ante a escala inabarcável de ameaças globais como o terrorismo, os interesses das grandes corporações ou a contaminação do meio ambiente, os nossos temores e suspeitas dirigem-se inclusive contra o que deveria proteger-nos: os medicamentos e as vacinas.

Eula Biss propõe em IMUNIDAD, desde um enfoque multidisciplinar, a vacinação como uma acto social que supera o meramente sanitário; neste mundo onde vivemos projectamos mais além das fronteiras da nossa própria pele, a saúde de todos depende do corpo dos demais. IMUNIDAD defende que há motivos para vacinar que excedem os limites da medicina, interligados numa profunda concepção comunitária, global, compassiva e interdependente da vida humana.

Licenciado em Filosofia pela Universidade do Minho. Pós-graduado em Ética e Filosofia Política pela Universidade Católica Portuguesa. Pós-graduado em Direitos Humanos pela Universidade do Minho. Licenciando em Direito pela Universidade do Minho.

Leave a Reply